Noites sem dormir porque o bebê não para de chorar, estresse e angústia por não saber como acalmá-lo depois de mamar. Os pais de primeira viagem, e todas as pessoas que têm ou já tiveram um bebê em casa, conhecem bem essas situações e um dos principais motivos é o desconforto do bebê nos primeiros meses vida, com o amadurecimento do intestino que provoca cólicas. Para os bebês que não são amamentados no peito da mãe, a mamadeira anticólica pode ajudar a reduzir esse desconforto.

Este tipo de mamadeira reduz o aparecimento de gases no bebê depois de mamar, e isso faz com que o grande desconforto causado, geralmente por gases, seja controlado evitando as noites de choro. Portanto, uma mamadeira apropriada pode ser tornar nossa melhor aliada. Você ainda não conhece? Neste Guia completo, nós iremos lhe contar sobre ela e suas numerosas vantagens.

O mais importante

  • A chamada cólica infantil é uma condição muito comum durante os primeiros meses de vida dos bebês. Geralmente causada ​​pelo consumo de ar durante as mamadas na mamadeira, as cólicas causam bastante choro, desconforto e irritabilidade na criança.
  • A mamadeira anticólica é projetada especificamente para evitar esse acúmulo de gás no estômago tão desconfortável para os nossos bebês. Graças a ela, o bebê pode ser alimentado com mais tranquilidade e isso vai fazer com que se sinta melhor após as mamadas.
  • Na hora de escolher a mamadeira anticólica ideal, devemos levar em conta fatores como a forma e o fluxo do bico, os tipos de válvulas que possui, o material com o qual é fabricado ou o tamanho do bico.

Ranking: Os melhores modelos de mamadeira anticólica do mercado

Especialmente para os pais de primeira viagem é comum passarmos um bom tempo avaliando e comparando umas com as outras até encontrarmos a mamadeira anticólica que melhor se adapte às nossas necessidades. Para facilitar essa tarefa, selecionamos os melhores modelos que podemos encontrar no mercado atualmente.

1° – Mamadeira MAM First Bottle

Indicada para ser a primeira mamadeira do seu bebê, este modelo da MAM é eficiente no combate às cólicas oriundas da amamentação. Isto porque possui base ventilada no fundo da mamadeira, prevenindo bolhas de ar, garantindo um fluxo contínuo e tranquilo, diminuindo em até 80% as cólicas do bebê. O sistema de vazão é interessante e dá pra ouvir barulhinho do ar vazando pelo fundo da mamadeira enquanto o bebê está mamando.

Livre de materiais e substâncias tóxicas, o bico é de silicone Silk Touch de numero 1, com fluxo lento para recém-nascidos. A mamadeira possui boca larga, para fácil higienização e também conta com e sistema inferior de ventilação e sistema autoesterilizável. O tamanho de 260 ml é ideal para levar em passeios e a tampa protetora, que evita vazamentos, pode ser utilizada como copo medida.

2° – Mamadeira anticólica Avent Petala

O bico pétala ultra macios das mamadeiras Avent foram desenvolvidos para simular a sensação do peito materno. Ele conta com uma válvula anticólica incorporada que permite que o seu bebê controle o fluxo de leite, semelhante ao que acontece na amamentação. Deste modo, a pega é quase natural e bebê pode mamar quase como se estivesse mamando no peito da mãe.

A mamadeira tem design neutro em espiral e é bastante fácil de utilizar e limpar, montagem rápida e fácil. Está disponível em diferentes tamanhos, para acompanhar tanto o desenvolvimento quanto para se adequar com a necessidade do momento, como um passeio ou uma viagem mais longa. Quanto ao material, o bico é em silicone e o copo em polipropileno, ambos totalmente livres de bisfenol e BPA

3° – Mamadeira anticólica NUK

Esta mamadeira anticólica da NUK conta com um sistema com múltiplos micro furos possibilita uma alimentação com fluxo adequado à consistência do líquido. O bico com topo curvado se adapta ao palato da criança e tem base angular para posicionar a língua durante a sucção. A mamadeira tem válvula com um sistema de ventilação que reduz a formação e ingestão de bolhas de ar durante a alimentação, evitando as cólicas.

A base da mamadeira é larga e flexível, que auxilia o bebê a desenvolver melhor seus reflexos motores, além de oferecer segurança no momento da sucção. O frasco ergonômico com bocal largo é prático e higiênico, facilitando tanto o preparo do alimento quanto a limpeza, evitando o acúmulo de resíduos. Conta ainda com sistema antivazamento, que dispensa o uso de disco de vedação.

4° – Mamadeira anticólica Chicco Step Up

Sempre presente nas listas com os principais produtos para bebês e crianças, a Chicco traz nesta mamadeira anticólica a proposta de transição entre o peito materno e a mamadeira. De acordo com a fabricante, 9 em cada 10 bebês que testaram a transição aceitaram o modelo imediatamente.

Isto graças ao bico em silicone aveludado com formato similar ao seio materno, garantindo uma sucção perfeita e amamentação agradável. A mamadeira tem fluxo médio, com regulagem, e uma base larga ideal para dar espaço de apoio para a boca do bebê. Este modelo está disponível em garrafas de 150 ml e 250 ml e nas cores azul e rosa.

5° – Mamadeira anticólica Prime Baby Twistshake

Com um bom custo-benefício, a mamadeira anticólica Twistshake Prime Baby traz a proposta de facilidade e praticidade devido a alguns recursos, como o recipiente para armazenamento de leite em pó e outros alimentos, além de um misturador que dissolve estes compostos. Apesar da maioria das recomendações serem para o leito ser preparado fora da mamadeira, esta proposta é bastante interessante e eficiente.

O bico é feito em silicone e conta com válvula anticólica, com sistema de circulação de ar que ajuda a acalmar o bebê. A garrafa é em polipropileno e o design é bem moderno, com inúmeras opções de cores. Conta ainda com o pescoço largo que facilita a limpeza.

Guia de Compras: O que você precisa saber sobre uma mamadeira anticólica

O universo dos bebês é gigante e os pais não têm caminho melhor do que a informação para oferecer sempre aos seus filhos tudo de melhor, desde os cuidados especiais até os produtos e acessórios necessários. Portanto, hoje vamos responder as perguntas mais frequentes sobre as mamadeiras anticólicas, para que você saiba tudo o que precisa antes de começar a usá-la.

Imagem de mãe dando mamadeira para bebê.

A mamadeira anticólica controla a quantidade de comida. (Fonte: Kuzmina: 48931104 / 123rf.com)

O que é a mamadeira anticólica e quais são suas vantagens?

As mamadeiras anticólicas são aquelas que têm um sistema de ar embutido ou uma válvula para deixar o leite sair enquanto o ar alcança o fundo da garrafa e diminui a pressão de sucção.

Graças a este mecanismo, o bebê consome uma quantidade menor de ar, que é o principal responsável pelas cólicas, e consequentemente se sente saciado e sem incômodos após as mamadas. Estas são algumas das suas principais vantagens:

  • Reduzir a entrada de ar durante a mamada;
  • Reduzir a formação de gases na barriga do bebê;
  • Controlar a quantidade de alimentos ingeridos para evitar dores abdominais;
  • Elimine dores de ouvido causada por pressão negativa;
  • Permitem que o bebê coma no seu próprio ritmo e sugue continuamente;
  • Mantem as propriedades nutricionais do leite.

Combinadas, todas essas vantagens ajudam a criança a se alimentar melhor e se sentir confortável ao terminar, sem a formação de gases que causam irritação e choro.

Além disso, essas vantagens são tão relevantes que os pediatras também recomendam esse tipo de mamadeira para crianças que não sofrem de cólica.

Quais tipos de mamadeira anticólica existem?

Como explicaremos mais adiante, quando falarmos detalhadamente sobre o seu funcionamento, a base fundamental de uma mamadeira anticólica é o seu sistema de ar.

Este sistema é responsável por conduzir o ar de tal maneira que não chegue na barriguinha sensível da criança. Portanto, não existe essa lista de diferentes tipos de mamadeiras.

Mãe dando mamadeira para bebê.

Se o seu bebê tiver inchaço abdominal, as mamadeiras anticólicas podem ser uma opção para evitá-lo. (Fonte: Robert Przybysz: 40576678 / 123rf.com)

Basicamente, encontraremos mamadeiras com diferentes tipos de válvulas ou sistemas de ar. Desde as mais simples, baseadas apenas em um buraco adicionado ao bico, até as mais complexas, que têm mecanismos mais complicados (tubos e válvulas diferentes) para alcançar o objetivo que estamos falando.

O que podemos falar é de mamadeiras com formas diferentes e que cada uma delas oferece um benefício específico. A escolha entre uma e outra dependerá exclusivamente da nossas necessidades e do conforto que o bebê sente com determinados modelos.

Às vezes é necessário tentar mais de um tipo diferente para encontrar o caminho certo. Veja algumas opções na seguinte tabela:

Forma da mamadeira Benefício específico
Cilíndrica As mais comuns valem para qualquer ocasião
Triangular Elas têm maior estabilidade de aderência
Wide Permitem um preenchimento mais fácil
Antirrefluxo Possui uma inclinação específica para facilitar a sucção
Ergonômica Permite que o bebê segure a mamadeira sozinho e se adapte a ela conforme desejar

Qual é a diferença entre a mamadeira anticólica e a tradicional?

Pode-se dizer que as mamadeiras anticólicas são a evolução das tradicionais, fruto de estudos baseados na possibilidade de o choro dos bebês recém-nascidos estar ligado exclusivamente aos incômodos após as mamadas. Portanto, a diferença fundamental entre eles é o sistema de ventilação adicional, no qual estão as principais vantagens destes modelos.

Além disso os modelos inovadores de mamadeiras ajudam a manter as propriedades nutricionais do leite. Isso porque impedem que o leite entre em contato com o ar causando danos ou até oxidando.

Essas diferenças, embora possam parecer básicas, marcam um ponto de virada que ajuda pais e filhos durante os primeiros meses.

Como funciona uma mamadeira anticólica?

Mamadeiras anticólicas, como o próprio nome já diz, são projetadas para minimizar a ingestão de ar pelo bebê durante a amamentação, o que reduz a formação de gases, principal causador de cólicas.

A principal função deste tipo de mamadeira está no bico e nas válvulas ou mecanismos de ar que cada uma delas possui. Esses mecanismos mantêm o bico da mamadeira completamente cheio de leite em todos os momentos, evitando a entrada de ar e a ingestão desse ar junto como leite, o que gera gases.

Além disso, incluem em sua base duas camadas diferenciadas: uma rígida e perfurada, e outra flexível que impede a saída do líquido. Assim, a pressão na mamadeira é reduzida durante a sucção.

Bebê com toalha na cabeça tomando mamadeira.

O ideal é que o seu bebê esteja relaxado durante a alimentação. (Fonte: Oksana Kuzmina: 47999514 / 123rf.com)

Alguns conselhos adicionais sobre o uso da mamadeira anticólica?

Parece que ficou claro que o inimigo número um dos bebês durante a mamada é o ar, que entra no intestino ainda em fase de amadurecimento e provoca gases muito desagradáveis.

Mas é claro que além de uma mamadeira anticólica, os pais devem se munir de outras informações e técnicas que irão auxiliar na alimentação dos bebês e no desenvolvimento dos pequenos nessa fase de tantas descobertas. Algumas dicas podem auxiliar as famílias nessa adaptação:

  • Não devemos esperar até que o bebê esteja com muita fome para oferecer o mamá, seja no peito ou na mamadeira.
  • Isso pode criar ansiedade no criança e fazer com que o bebê sugue o bico com mais força do que o necessário, o que pode provocar um maior consumo de ar.
  • O ideal é que a amamentação do bebê seja também um momento de relaxamento. Para que isso aconteça, nada melhor do que os pais também estarem relaxados e buscarem um lugar onde pais e filhos se sintam à vontade.
  • Um truque muito valioso para reduzir o conteúdo de ar na garrafa é agitá-lo ainda fora da mamadeira. É preferível remover o conteúdo em um recipiente separado.
  • A melhor posição para alimentar um bebê que sofre de cólica é a vertical. Na posição horizontal, o bebê precisa fazer mais esforço para que o alimento chegue ao estômago.

Certamente, quando você começou a ler o nosso Guia, não imaginou que seria tão fácil. Se seguirmos estas instruções ao pé da letra, encorajaremos o bebê a digerir melhor a comida e ele vai se sentir mais calmo quando ele terminar de mamar. Podemos também consultar o pediatra para nos orientar e aconselhar.

Que tipos de bicos são usados em uma mamadeira anticólica?

Tal como acontece com as mamadeiras tradicionais, a maioria das mamadeiras anticólicas permite usar diferentes bicos, dependendo do gosto do bebê e do estágio de crescimento.

Podemos estabelecer diferentes tipos de bicos, dependendo do material com o qual eles são fabricadas e da forma que eles têm. Vamos falar primeiro sobre o material:

  • Bicos de látex: Caracterizam-se por serem elásticos, moles e muito resistentes. Mas, embora durem mais que os bicos de silicone, eles devem ser trocados com mais frequência porque tendem a absorver odores e se deformar.
  • Bicos de silicone: Menos resistentes que os anteriores, pois às vezes eles quebram ou racham com facilidade. No entanto, eles não se deformam e são bastante duráveis.

Em relação ao tamanho:

  • Bicos de furo único: Ideal para recém-nascidos e bebês que sofrem de cólica, já que eles controlam melhor a quantidade de alimento que sai.
  • Bicos com vários furos: Recomendados após quatro meses para obter uma quantidade maior de alimento em menos tempo.

Algo que devemos sempre procurar ao escolher um bico de mamadeira está na etiqueta do fabricante que indica a faixa etária para a qual é recomendado. Embora esses dados sejam gerais, eles podem servir como um guia.

Temos também de garantir que cumprem as regulamentações básicas de saúde que garantem que os materiais não são tóxicos.

Como sei se meu bebê precisa usar uma mamadeira anticólica?

Embora todo bebê seja um mundo à parte e ainda não tenha sido criado um manual universal para compreendê-los, há certos sintomas que podemos observar em nosso filho e isso será um sinal claro de que ele esteja sentindo cólicas de amamentação.

É importante ter em mente que há sintomas compartilhados com outras doenças, portanto, a cólica não será a única causa. Estes são os principais:

  • Chorando enérgica e incontrolavelmente durante a tarde e a noite;
  • Fazendo movimentos bruscos e apertando os punhos;
  • Encolhendo pernas e braços em direção ao abdômen;
  • Chorando acompanhado de gases ou flatulências;
  • Inchaço abdominal;
  • Vermelhidão excessiva do rosto enquanto chora.

Se perceber que esses sintomas não são pontuais, é melhor consultar o pediatra para que ele possa dar um diagnóstico preciso. Sempre importante lembrar que os especialistas serão o melhor conselheiro e não se deve hesitar em fazer qualquer pergunta antes de tomar uma decisão por conta e risco.

María SchmidtPediatra

“É sempre mais aconselhável preparar o leite ou a mistura fora da mamadeira. Fazer isto com a mamadeira fechada pode criar bolhas de ar que podem dificultar a digestão do bebê. O ideal é que você prepare em um recipiente separado para que você possa misturá-lo com uma colher e certificar-se de que esteja completamente dissolvido.”

Além da mamadeira anticólica, o que mais pode ajudar a prevenir os gases no bebê?

Embora a mamadeira anticólica ajude muito a reduzir os sintomas que acabamos de mencionar, existem outras técnicas que também podem ser úteis nesses casos. Lembre-se de que a principal causa desse problema é a ansiedade do bebê ao comer, o que faz com que ele consuma mais ar do que o esperado e os gases se formem.

Portanto, o ideal é manter seu filho relaxado antes e durante a mamada, para que sua sucção seja contínua e em ritmo médio. Para isso, o movimento é fundamental. Dar um passeio ou andar com ele em seus braços fará com que o calor e a respiração se estabilizem e fiquem mais calmos e relaxados.

Critérios de Compra

Como mencionamos no início deste Guia, é muito importante que, antes de optar por um determinado modelo de mamadeira anticólica, você leve em conta alguns fatores. Desta forma, você se certificará de que a escolha que está fazendo é a correta e a que melhor se adapta às suas necessidades e às da criança.

  • Forma e fluxo do bico
  • Válvulas
  • Forma da garrafa
  • Material
  • Facilidade de montagem e manutenção

Forma e fluxo do bico

Como a chave principal para o funcionamento de uma mamadeira anticólica está no bico, o seu formato e o fluxo de leite que o bico permite que passe, serão os critérios mais importante que devemos considerar. Primeiro, seria ideal encontrar um bico que se pareça o máximo possível com o mamilo materno, para que a sucção seja mais natural.

Portanto, os bicos flexíveis e levemente curvados são os mais aceitos pelos bebês. Além disso, para evitar a produção de cólica, recomenda-se que o fluxo de leite seja lento, de modo que o seu filho sugue continuamente, mas seja controlado, e não consuma o ar que mais tarde o fará se sentir mal.

Mãe dando mamadeira para bebê.

Uma das melhores posições para alimentar seu bebê se ele sofre de cólica é a vertical. (Fonte: Yanlev: 32228811 / 123rf.com)

Válvulas

A principal razão pela qual ocorre a cólica é a ingestão de ar durante a ingestão da garrafa. Isso acontece porque o bebê, ao sugar, cria vácuo e pressão no mamilo, que deve ser liberado para o leite passar novamente. A principal função das válvulas é permitir que o ar escape.

Embora todas as mamadeiras que são definidas como anticólicas tenham esse tipo de válvulas embutidas (ou qualquer outro sistema de ar), nunca é demais verificar antes de comprar. É importante lembrar que sem esses sistemas nos deparamos com uma mamadeira tradicional.

foco

Você sabia que o primeiro protótipo de mamadeira tem cerca de 3.000 anos? Ele foi encontrado na múmia de um bebê que tinha ao lado dele uma mamadeira feita com o úbere (mama) de uma ovelha.

Forma da garrafa

Embora a forma da garrafa não influencie diretamente na ocorrência da cólica, esse é outro fator importante que devemos levar em conta. Nesse caso, é essencial que prestemos atenção à posição em que o bebê se sente mais confortável durante a alimentação, já que a forma da garrafa dependerá dela.

Encontraremos garrafas de mamadeiras anticólicas de muitas formas diferentes, algumas mais retas, outras com curvas, mesmo com um ângulo na parte central que favorece o fluxo de leite em uma direção específica. Assim como ocorre com as mamadeiras tradicionais, a forma é essencial para o conforto do bebê.

Material

Como acontece com qualquer produto que esteja em contato com o bebê, o material com o qual a mamadeira anticólica é feita é essencial para a saúde do nosso filho. O principal é que tenhamos certeza de que não contém entre seus componentes qualquer elemento que possa ser prejudicial à criança.

Além disso, devemos levar em conta o material do bico para que fique confortável para a sucção do bebê. O ideal é que eles sejam feitos de silicone. Por fim, podemos encontrar mamadeiras de vidro que não mantêm odores e são geralmente mais higiênicas. Aí fica a questão do seu gosto mesmo.

Facilidade de montagem e manutenção

Por último, mas não menos importante, devemos olhar para a facilidade de montagem e manutenção da mamadeira anticólica. Levando em conta a quantidade de mamadeiras que vamos preparar diariamente, quanto mais prático for o uso, melhor. O ideal é que o modelo não inclua muitas peças pequenas que devem ser constantemente montadas e desmontadas.

Também é essencial que o bocal das garrafas seja largo o suficiente para que o enchimento da mamadeira seja prático e limpo, é simples. Normalmente, na maioria das mamadeiras a escova de limpeza de garrafa se encaixa, mas não custa nada verificar isso antes de decidir qual modelo comprar para não se arrepender mais tarde.

Resumo

O aparecimento de cólica causa desconforto tanto para o bebê – que não está bem – quanto para os pais, que ficam frustrados ao sentir que não podem ajudá-lo ou acalmá-lo. Para resolver este problema, o uso da mamadeira anticólica pode se tornar o melhor aliado.

Estes tipos de mamadeiras impedem o bebê de ingerir ar enquanto mama, reduzindo assim a criação de bolsas de gás em sua barriga. Você deve levar em conta fatores como a forma ou o fluxo do bico para obter uma mamadeira adequada para seu filho. O que você está esperando para experimentá-los? Seu bebê vai te agradecer!

Se você gostou do nosso Guia sobre a mamadeira anticólica, não esqueça de compartilhar com amigos e familiares em suas redes sociais. Também ficaremos muito felizes em receber um comentário seu.

(Fonte da imagem destacada: Ferli: 45095646 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
47 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...