A fralda é o artigo de cuidado infantil mais simples, porém também o mais necessário. Elas são utilizadas desde o momento do nascimento do bebê até o momento que a criança tenha cerca de três anos de idade. No entanto, certamente há muitas coisas sobre elas que você ainda não sabe.

Os bebês crescem tão rápido que às vezes não é fácil saber qual o tamanho que eles usam, que outros usos podemos dar a uma fralda e muitos outros aspectos nos quais não paramos para pensar. Por isso, criamos este Guia de Compras para analisar esse item, para que assim você faça a melhor escolha para o seu bebê.

O mais importante

  • A fralda acompanha os bebês desde os primeiros anos de vida, e é um item que os pais utilizam todos os dias. Você sabia que um bebê gasta cerca de oito fraldas por dia?
  • Conhecer a fundo os produtos usados pelos bebês é essencial para cuidar da saúde dele e garantir o seu bem-estar. E mesmo que seja um item simples como uma fralda, você deve estar atento ao produto.
  • Ao escolher a fralda ideal, é importante levar em consideração fatores como tamanho, material e capacidade de absorção, para que assim tenha certeza de estar fazendo a melhor compra possível.

Ranking: As melhores fraldas do mercado

Atualmente a seção de fraldas de qualquer loja está cheia de diferentes tipos e modelos. Por isso não é fácil escolher, especialmente se é um produto para o bebê, já que os pais desejam sempre que eles tenham o melhor.

Selecionamos abaixo as melhores fraldas que podem ser encontradas no mercado atualmente.

1° – Fralda Pampers

Essa fralda é suave como o algodão e ultra respirável, pois possui canais de ar que mantém a pele seca e arejada, além de uma loção hipoalergênica exclusiva que ajuda a prevenir irritações. Ela ainda possui uma barreira muito eficiente para evitar vazamentos.

O seu sistema de absorção também é conhecido pela eficiência, já que ela oferece 12 horas de sono sequinho para o bebê. O ajuste dela também é cômodo e flexível.

2° – Fralda Huggies

A Huggies Supreme Care é a única fralda para meninos e meninas e possui uma exclusiva camada de proteção maxisec, que absorve o xixi e mantém a pele seca por mais tempo. Ela proporciona máximo conforto e protege da barriga até as costas com uma cintura elástica e 4 pontos de ajuste.

Assim, seu bebê nunca mais terá problemas de vazamentos, pois ela possui um ajuste que é eficiente inclusive para evitar vazamentos nas costas do bebê.

3° – Fralda Pampers RN

Essa fralda possui um ajuste suave e flexível, e adapta-se perfeitamente ao corpo do recém nascido. Além disso, ela contém uma malha especial que afasta o cocô e a umidade da pele do seu bebê. O indicador de umidade dela ainda avisa quando é a hora da troca da fralda.

O seu corte para o umbigo ajuda a proteger essa região do corpo do recém nascido. Seus canais de ar também proporcionam com que eles fiquem sequinhos por bastante tempo.

4° – Fralda Huggies

Essa fralda é fabricada com uma tecnologia que não permite que inche na água para que seu bebê fique protegido e possa brincar durante um longo tempo em ambientes aquáticos. Além disso, as laterias dela abrem de maneira muito fácil, para facilitar a tarefa de trocar a fralda.

Seu filho também vai adorar o fato de ela possuir diversos desenhos de personagens da Disney, como a Dory, de Procurando Nemo.

5° – Fralda de pano

Essa fralda de pano da linha Topz Baby possui 65 x 65 cm. Ela é ideal para ser usada com fraldas plásticas, também chamadas de ecológicas ou reutilizáveis. É muito macia e absorvente.

É confeccionada com tecido duplo de fibras 100% algodão. Uma forma sustentável de proteger seu bebê e o planeta.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre a fralda

Se você tem um novo membro na família, o uso diário de fraldas pode ser desgastante. Nessa fase costumam surgir muitas dúvidas. Para ajudar na escolha da fralda ideal, elaboramos o Guia de Compras abaixo.

Imagem de mãe trocando fralda de bebê.

A vantagem de uma fralda de pano é que ela pode ser lavada e reutilizada. (Fonte: Famveldman: 61267641 / 123rf.com)

Que tipos de fralda existem?

A maioria das pessoas sabe o que é uma fralda: aquele item que mantém as crianças secas e limpas quando elas ainda não têm controle sobre as suas próprias necessidades. Mas será que você tem ideia dos tipos que existem? Para diferenciá-las, devem ser utilizados dois critérios: o material e o uso. Vamos primeiro analisar o material:

  • Fralda descartável: É usada somente uma vez. Normalmente, a parte exterior é fabricada em polietileno e o forro em polipropileno. Ambos os materiais são seguros para o bebê e não permitem que o líquido escape.
  • Fralda de pano: Como o próprio nome indica, ela é fabricada com tecido, o que permite que seja lavada e reutilizada várias vezes.

Podemos também diferenciar um tipo de fralda de acordo com o uso ou estágio de crescimento do bebê. Em ordem cronológica, estes são os diferentes tipos de fraldas que uma criança utilizará:

  • Fralda para recém nascidos (RN): As primeiras que devem ser compradas. Elas são especialmente fabricadas para cuidar da pele dos bebês durante os primeiros meses de vida, para que não haja nenhuma irritação na pele deles por conta da umidade.
  • Fralda para crianças grandes: Elas são usadas quando a criança está começando a usar o penico e normalmente possuem formato de calcinha ou cueca. Assim, a criança continua protegida, mas sente que está ficando mais velha.
  • Fralda para dormir: Muito útil quando a criança já sabe como fazer suas necessidades sozinha, mas ainda não tem controle sobre elas durante a noite.
  • Fralda para uso na água: Ideais para o verão, quando as crianças querem ficar na água o dia todo. Este tipos de fralda não incha quando fica em contato com a água, e pode ser utilizada na piscina ou na praia.

É importante ter muito cuidado ao escolher a fralda para o seu filho, pois você deve ter a certeza de que ela é a mais adequada para ele, para assim garantir que ele tenha o maior conforto possível.

Lucía Galán BertrandPediatra

“O mais importante em todo esse processo é ter paciência, celebrar cada pequeno avanço e nunca repreendê-lo, castigá-lo ou envergonhá-lo pelos pequenos acidentes que, sem dúvidas, acontecem.”

Como estabelecer o tamanho de uma fralda?

Usar uma fralda do tamanho correto é essencial para evitar ter que trocá-las com muita frequência ou acabar manchando a roupa do bebê. Embora a maioria das marcas tenha a mesma classificação para o tamanho, vale a pena conferir antes de comprar o pacote. Por isso, dê uma olhada na tabela abaixo:

Tamanho Peso (quilogramos)
Tamanho RN até 3,5 kg
Tamanho P 3,5-5 kg
Tamanho M 5-9 kg
Tamanho G 9-12 kg
Tamanho GG acima de 12 kg

Essas recomendações são gerais, mas ninguém conhece o seu bebê melhor que você. Portanto, apesar das recomendações de peso e tamanho, não tenha medo de mudar de tamanho caso observe que a fralda não cumpre sua função corretamente.

Quantas fraldas são utilizadas por dia?

Você sabia que um bebê pode usar 2000 fraldas durante o primeiro ano? Felizmente, com o tempo, esse número vai diminuindo. Confira abaixo uma tabela que relaciona o tamanho da fralda com o número necessário por dia:

Tamanho Fraldas por dia
RN 8
P 7
M 6
G 5
GG 4

Como é possível observar na tabela, na última fase serão necessárias apenas quatro fraldas por dia. Levar estes números em conta é essencial para uma boa organização, especialmente quando você pretende passar algum tempo fora de casa e precise comprar fraldas antecipadamente.

Quais passos devo seguir para trocar corretamente a fralda do bebê?

Certamente todos nós temos uma imagem na cabeça de alguém trocando uma fralda, e olhando do lado de fora não parece tão complicado, certo? Mas quando você começar a fazer isso, e o bebê não parar de se mover e chorar, essa tarefa ficará bem mais complicada. Para tornar isso mais fácil, o ideal é fazer o seguinte:

  • Antes de começar, assegure-se de estar com as mãos limpas e de que tudo o que você necessite esteja ao seu alcance.
  • Coloca seu bebê de costas e e entretenha-o enquanto retira a sua roupa e a fralda suja.
  • Observe a fralda suja, embora isso não seja muito agradável, isso te dará informações importantes sobre a saúde do bebê.
  • Uma vez que a fralda suja foi retirada, limpe a região genital dele com a ajuda de um lenço umedecido. Nas meninas, isso deve ser feito para trás e nos meninos na direção oposta.
  • Aplique pomada na pele dele. Assim, você manterá a pele do seu bebê hidratada e evitará o atrito.
  • Coloque uma fralda limpa. Você deve apertá-la o suficiente para que nada escape, mas não demais para que a criança não fique desconfortável.
  • Volte a vestir o bebê. Enrole a fralda suja, feche-a com seus próprios adesivos e jogue fora.
  • Lave as mãos mais uma vez, por precaução.

Seguir estes passos simples toda vez que trocar a fralda da criança ajudará a criar uma rotina e não permitirá que o bebê chore ou fique nervoso. Além disso, isso fornece calma aos pais para continuar com a tarefa.

Como funciona a fralda de pano?

Esse tipo de fralda é bem conhecida e utilizada em outros países, mas no Brasil ainda não se fala muito sobre ela. Isso é uma pena, pois ela é muito útil e, a longo prazo, ajuda a economizar muito dinheiro. Além disso, elas respeitam o meio ambiente, algo muito importante que deve ser pensado hoje em dia.

Apesar dos enormes benefícios que uma fralda de pano pode trazer, a maioria das pessoas não sabe realmente como ela funciona. Ela é feita de uma capa que cobre a fralda, um forro (localizado entre a fralda e a pele, e que é opcional) e um absorvente (na parte interna).

Mãe e bebe.

A fralda para água é perfeita para levar o seu bebê para a piscina ou praia, pois não incha quando entra em contato com a água. (Fonte: Oksana Kuzmina: 49007604 / 123rf.com)

Estas três partes podem vir em uma só peça (com o absorvente costurado), em duas partes (com a capa separada do restante da fralda) ou com um bolso para o absorvente, para mudar de acordo com o uso. Este tipo de fralda pode ser lavada na máquina, além de poder ser reutilizada quantas vezes quiser.

Como saber quando devo trocar a fralda?

Embora o sinal mais característico de que a criança precisa trocar de fralda seja o odor que sai dela, é importante considerar alguns fatores que ajudarão nessa decisão. Em seguida, mencionamos algumas das indicações que os especialistas geralmente dão:

  • Os bebês recém nascidos podem urinar até 20 vezes por dia. Já as crianças um pouco maiores podem urinar até sete vezes por dia. Isso torna quase impossível mudar a fralda toda vez que ela fizer suas necessidades.
  • É recomendável trocar o bebê depois de cada mamada já que normalmente fazem xixi depois dela.
  • Porém, para os bebês que regurgitam, é melhor fazer isso antes da amamentação.
  • É importante verificar a fralda ao longo do dia para que não acumule muito xixi, já que pode ser a causa de irritações e incômodos.
  • O ideal é trocar a fralda sempre antes de sair de casa e levar o suficiente para o tempo em que estiver fora (uma por hora, aproximadamente).

Estas são dicas gerais que normalmente funcionam, mas devemos sempre observar a criança e nos adaptar às suas necessidades. Se o bebê permanecer seco por muito tempo, é preciso levá-lo imediatamente ao pediatra, pois pode ser um sintoma de desidratação.

O que acontece se demoramos muito tempo para trocar a fralda?

Como a pele dos bebês é muito sensível, o fato de a fralda estar úmida por mais tempo do que o esperado pode ser prejudicial. Nestes casos, a bactéria Bacillus mamoniagenes, que é típica da urina e se transforma em amônia quando em contato com enzimas fecais, pode causar problemas.

Esta bactéria provoca uma alteração de pH e causa assaduras. Além disso, se a fralda também tiver fezes, é essencial trocá-la imediatamente, pois podem ocorrer infecções mais sérias. Um truque para cuidar da pele do bebê é usar uma pomada toda vez que colocá-la.

foco

Sabia que a invenção da fralda aconteceu na Suécia nos anos 40? Até então eram utilizados tecidos de algodão grosso que, devido à Segunda Guerra Mundial, começaram a ficar mais escassos. Então começaram a ser utilizadas folhas de celulose.  

Quando devemos dizer adeus à fralda?

Na maior parte dos casos, a fralda pode ser retirada quando a criança faz dois anos. No entanto, tudo depende do nível de desenvolvimento do sistema psicomotor. Portanto, não devemos apressar ou pressionar a criança neste quesito, pois isso pode levar a um trauma posterior. O importante é que a criança se sinta segura.

Para começar com o processo de dizer adeus às fraldas, é essencial que ensinemos ao nosso filho as partes do seu corpo e o que cada um faz. Assim, ele saberá o que é “fazer xixi” ou “cocô” e aprenderá a ouvir os sinais com os quais seu próprio corpo o adverte. Outro fator essencial é a companhia, pois a criança deve se sentir apoiada pelos pais.

Bebê em pé dentro de berço.

Antes de trocar a fralda do bebê, lembre-se de manter as mãos limpas e tudo que será utilizado ao seu alcance. (Fonte: Famveldman: 72028608 / 123rf.com)

Pouco a pouco, e seguindo o exemplo dos adultos, as crianças entendem onde devem fazer suas necessidades e como se comunicar para que a mamãe ou o papai as acompanhem. Assim, com paciência, ela conseguirá deixar a fralda de lado aos poucos.

Critérios de Compra

Com tanta variedade para escolher, é normal ter dúvidas. O importante é que, ao fazer a compra de algo tão delicado quanto a fralda do seu filho, você leve em conta certos aspectos. Em seguida, explicaremos os principais critérios de compra que devem ser levados em consideração.

  • Tamanho e peso
  • Absorção
  • Material
  • Preço
  • Uso

Tamanho e peso

Este é, sem dúvida, o fator mais importante. Oferecer à criança uma fralda do tamanho apropriado para o seu peso é essencial, tanto para o conforto como para a saúde. Uma fralda que é muito grande não vai se ajustar ao corpo dela, o que aumenta o risco de que vazamentos aconteçam.

Pelo contrário, uma que seja muito pequena não terá capacidade de absorção suficiente para manter a pele do bebê seca, e poderá haver atrito e reações alérgicas. Lembre-se de sempre observar as instruções do fabricante e, acima de tudo, observar o bebê, pois é possível perceber se ele está confortável com o produto.

Mãe abraçando bebê que está dormindo.

Se você pretende sair de casa com o bebê, o ideal é trocar a fralda antes. (Fonte: Massonforstock: 49466849 / 123rf.com)

Absorção

A capacidade de absorção de uma fralda é uma condição fundamental dela, e, por isso, este é um dos critérios que devem ser observados. Normalmente, a absorção varia dependendo se a fralda é para o dia ou para a noite. Essas últimas são fabricadas para durarem mais tempo e, portanto, absorvem uma maior quantidade de líquido.

No entanto, como vimos anteriormente, embora a maioria das marcas assegure a absorção por oito horas, não é aconselhável deixar a mesma fralda por tanto tempo no seu bebê. É importante também que a capacidade de absorção da fralda que escolher se adapte às necessidades do bebê em cada etapa.

Material

Uma fralda fica em contato com a pele do bebê e esse é um fator extremamente delicado. É por isso que o material de fabricação delas é tão importante. Uma fralda hipoalergênica é uma boa solução, pois elas são fabricadas para não causarem alergias na pele.

Devemos sempre ter a certeza de que, em sua composição, não há nenhum material que possa ser tóxico ou prejudicial para o seu filho. Afinal, a pele dos bebês é muito sensível. Além disso, é importante perceber se elas possuem um material rígido que não se deforma com os movimentos do bebê.

Preço

Este não é um critério que deve ser colocado em primeiro lugar ao escolher um item para o seu filho, já que a qualidade é fundamental. No entanto, como a fralda é utilizada diariamente, é importante avaliar esse fator. O preço de uma fralda pode variar muito dependendo do fabricante, e não somente porque a qualidade é diferente.

É possível encontrar uma fralda barata com boa qualidade e uma fralda cara que não é tão boa. Portanto, devemos avaliar o melhor custo-benefício. É normal que os pais tentem várias opções até encontrar a mais conveniente.

Uso

É importante avaliar bem o uso que seu bebê vai fazer da fralda. Anteriormente falamos sobre os diferentes tipos que existem de acordo com o momento (para dormir ou que podem ser usadas na água, dentre outros). Por isso, cada ocasião pede um tipo diferente de fralda.

Além disso, é importante estar atento ao estágio do desenvolvimento do bebê, pois uma fralda irá cumprir melhor sua função se for usada corretamente. Além disso, a criança de sentirá mais confortável ao usar um produto especifico para o estágio em que se encontra.

Resumo

É incrível que um artigo tão simples como uma fralda possa gerar tantas dúvidas. Isso acontece pelo fato de ser um produto que os bebês vão utilizar diariamente, então é fundamental fazer uma boa escolha. O uso adequado de fralda garantirá o conforto e a saúde das crianças.

Além dos modelos tradicionais, existem muitos tipos diferentes para escolher atualmente no mercado. Por isso, é necessário ter calma para escolher o que melhor se adapta às suas necessidades e do bebê. É importante levar em conta fatores como tamanho, capacidade de absorção, material e preço ao tomar essa decisão.

Se você gostou do nosso Guia de Compras sobre fralda, compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário.

(Fonte da imagem destacada: Andrei Kuzmik: 66179925 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
38 Voto(s), Média: 4,50 de 5
Loading...